fbpx

Você é participante há um tempo, mas ainda não entendeu como funciona a rentabilidade do seu plano? Neste texto, explicamos o processo de cotização e como é feito o cálculo dos rendimentos.

Todos os participantes da Funpresp têm seus investimentos convertidos em um processo de cotas. A cada mês, as contribuições — mensais e facultativas — se tornam cotas de investimento, um processo que transforma o dinheiro depositado em uma espécie de nova moeda da própria Fundação.

Cada cota representa o valor unitário do patrimônio financeiro do plano. No início dos planos administrados pela Funpresp, as cotas iniciaram com o valor nominal de R$ 1,00, sendo reajustadas diariamente, de acordo com a rentabilidade das aplicações feitas pela Fundação. Em agosto deste ano, por exemplo, uma das cotas já estava com o valor nominal de R$ 2,20716053, dadas as constantes atualizações.

O processo de cotização — em que o dinheiro se torna cota — se dá de forma automática. Assim que cada participante deposita a contribuição, o valor em reais é dividido pelo valor atualizado das cotas e essa aquisição entra na reserva individual.

Quando as cotas estavam a R$ 1,00, um depósito de R$ 500,00, ofereceria ao participante a compra de 500 cotas. No valor de R$ 2,00, o mesmo participante iria adquirir 250 cotas. O valor em reais, no entanto, seria correspondente ao valor atualizado das cotas. Seguindo este exemplo, o participante com 750 cotas, teria R$ 1,5 mil. Para se chegar ao valor real, basta multiplicar a quantidade de cotas pelo valor atualizado/diário delas. Veja a seguir um outro exemplo, mais aproximado à contribuição entre meses consecutivos:

Como interpretar as cotas?

A rentabilidade auferida é o resultado da valorização positiva ou negativa da cota. Todos os meses, a Funpresp divulga quanto naquele mês rendeu os recursos em relação ao anterior, além da rentabilidade consolidada das cotas em relação ao ano.

Desde o início de 2020, a Fundação também atualiza em seu portal o valor das cotas diárias de cada perfil de investimento. Assim, participantes que queiram calcular a rentabilidade e fazer outras comparações para acompanhar seus investimentos também podem realizar o processo. Tanto no plano ExecPrev, quanto no LegisPrev.

Caso o participante queira calcular a rentabilidade do plano de um mês, por exemplo, é necessário dividir o valor da cota do perfil em que está alocado do último dia do mês pelo valor correspondente da cota do último dia do mês anterior. Diminuir este resultado por 1 e, em seguida, multiplicar por 100. Veja a seguir um exemplo deste cálculo para o Perfil 1, do plano ExecPrev, no mês de julho:

Rentabilidade individual

A rentabilidade da reserva individual é diferente do desempenho do mês. A reserva particular de cada participante depende dos fluxos das contribuições e do dia em que as contribuições dos patrocinadores são repassadas à Funpresp. O dia de depósito por parte do patrocinador pode variar de órgão para órgão, mas deve ser efetuado até o dia 10 de cada mês.

A evolução do patrimônio ou do saldo da conta individual pode ser consultada através da Sala do Participante. Quando ainda não tiver ocorrido a contribuição paritária por parte do patrocinador, o procedimento normalmente é identificado no Extrato do Participante como “Lançamento Futuro – Aguardando cotização”.

Para calcular a rentabilidade individual do mês, é necessário saber o valor da cota no dia da data de repasse do patrocinador à Funpresp. Essa informação é individual, estando disponível dentro da Sala do Participante. Com a informação em mãos, basta dividir o valor da cota do último dia do mês, de acordo com o perfil a que se quer analisar, pelo valor da cota do dia de repasse do patrocinador. Diminuir por 1 e multiplicar por 100. Veja a seguir uma simulação do cálculo:

Ao calcular a rentabilidade individual, ou de um mês específico, é necessário levar em conta todas as casas decimais do número da cota. Cada uma delas faz diferença no resultado final.

Vale lembrar que a Funpresp divulga balanços gerais de rentabilidade periodicamente, disponibilizando-os no portal e em informativos, sendo os cálculos necessários apenas para participantes que queiram acompanhar a rentabilidade de maneira mais específica, ou por conta própria.

Disponibilização das cotas e rentabilidade por perfil

A Fundação publica em seu site os valores das cotas diárias de cada perfil atualizados para o plano ExecPrev e LegisPrev. O valor das cotas diárias também pode ser conferido na Sala do Participante. Atualmente a última cota disponível no extrato é do dia 10/set/2020. Já a rentabilidade de cada perfil é divulgada no menu “Investimentos”, na opção “Conheça nossos investimentos”.