Página Inicial / Fique por dentro / Notícias / 2019 / Setembro / Taxa de carregamento menor para os planos da Funpresp beneficia 227 participantes em setembro

Taxa de carregamento menor para os planos da Funpresp beneficia 227 participantes em setembro

Brasília, 26 de setembro de 2019

Facebook Twitter Google + LinkedIn WhatsApp

Percentual cai para quem completa seis anos de adesão à Funpresp

Em setembro, a queda na taxa de carregamento cobrada pela Funpresp vai beneficiar 227 participantes da Entidade. São servidores que completaram seis anos de adesão a um dos planos de benefícios administrados pela Fundação (ExecPrev ou LegisPrev) e, por isso, fazem jus à redução da taxa de 7% para 5%. Desde abril, quando a medida foi implantada, até setembro, já são mais de 1,3 mil beneficiados. Até o fim deste ano, a medida favorecerá 2.238 participantes.

Essa vantagem será ainda maior a partir de abril de 2020, quando entrará em vigor uma nova política de redução da taxa de carregamento, que vai beneficiar os participantes já a partir do segundo ano de filiação. A medida foi aprovada em reunião da Diretoria Executiva da Funpresp  em agosto de 2019. Confira aqui: Funpresp reduz taxa de carregamento dos planos de benefícios pela 3ª vez.

Por que a taxa cai?

Por ser uma Entidade sem fins lucrativos, todos os recursos arrecadados com a taxa de carregamento são usados exclusivamente no custeio da Fundação. O alcance do ponto de equilíbrio entre despesas e receitas, em 2018, permitiu o  redução no custos administrativos da Entidade, custeados justamente pela taxa de carregamento – que é a única cobrada pela Funpresp.  

Diferentemente dos bancos em planos tipo PGBL, a Entidade não cobra a taxa de administração, aquela que incide anualmente sobre a reserva acumulada pelo participante. As projeções indicam que a taxa praticada pela Funpresp, em 35 anos, equivaleria a 0,14% de uma de administração.