Comunicação traz nome e CPF do destinatário, mas contém erros de ortografia e dados inverídicos

A Funpresp alerta para uma nova tentativa de fraude em que golpistas enviam cartas com informações inverídicas, avisando sobre um suposto crédito previdenciário devido ao participante.

A mensagem, que possui erros de ortografia, dados incorretos e informações imprecisas, pode confundir, já que traz nome e CPF do servidor, além de supostos dados oficiais – como o nome de um órgão que não existe, assinatura de gestor e referências à Constituição Federal.

A Funpresp reforça que não é responsável pelo envio dessa carta e orienta as pessoas que receberem tal informativo a registrar boletim de ocorrência junto às autoridades policiais.

Confira a carta: