Muitos participante enviam perguntas aos canais de atendimento da Funpresp com dúvidas sobre a cotização das contribuições. Entre as mais frequentes estão como é realizado o processo de cotização, quais são os prazos e qual o valor das cotas.

Uma cota representa o valor unitário do patrimônio do plano. A primeira cota sempre inicia-se pelo valor nominal de R$ 1,00 e, com o passar do tempo, seu valor é reajustado levando em consideração a rentabilidade das aplicações feitas pela Funpresp. Dessa forma. A cada aporte realizado pelo participante, a Fundação realiza a conversão em cotas.

Considere, por exemplo, um participante cujo plano de benefícios tenha iniciado suas atividades em janeiro de 2019. No primeiro dia do mês, o patrocinador repassa à Funpresp o montante de R$ 500,00 em contribuição, sendo R$ 250,00 do participante Ativo Normal e os outros R$ 250,00 do órgão. No dia do repasse, a cota vale R$ 1,00. Segundo o exemplo, com o valor será possível comprar 500 cotas.

No mês seguinte, com a rentabilização dos investimentos, a cota terá atingido um valor maior, de R$ 1,02, por exemplo. Nesse caso, com os mesmos R$ 500,00 de contribuição (R$ 250,00 do participante Ativo Normal e outros R$ 250,00 do patrocinador), a quantidade adquirida para essa movimentação será de 490,20 cotas.

No exemplo, ao fim de dois meses, o participante terá adquirido 990,20 cotas pelas contribuições realizadas, montante que, multiplicado pelo valor atualizado, resultará num saldo de conta acumulado de R$ 1.010,00.

Por usar a metodologia de cota diária, a Funpresp dá ao participante resultados financeiros desde o momento que as contribuições ingressam na conta corrente da Fundação. A contribuição será descontada no contracheque do participante e transferida para a Fundação até o dia 10 do mês seguinte, segundo o artigo 18 do regulamento dos planos ExecPrev e LegisPrev.

O processo de cotização (procedimento pelo qual as contribuições são transformadas em cotas) depende do patrocinador. Por isso, podem ocorrer em prazos diferentes, de acordo com a data do repasse da contribuição, sem perda financeira para o participante.

Quando o valor unitário da cota ainda não está disponível, mas o patrocinador já informou à Funpresp o valor da contribuição daquele mês, o procedimento é identificado no Extrato do Participante como lançamento futuro ainda aguardando a cotização.