Página Inicial / Fique por dentro / Notícias / 2019 / Agosto / Funpresp reduz taxa de carregamento dos planos de benefícios pela 3ª vez

Funpresp reduz taxa de carregamento dos planos de benefícios pela 3ª vez

Brasília, 28 de agosto de 2019

Facebook Twitter Google + LinkedIn WhatsApp

A decisão beneficiará os participantes a partir do 2º ano de filiação

O Conselho Deliberativo decidiu reduzir mais uma vez a taxa de carregamento para os participantes dos planos de benefícios administrados pela Funpresp. Na 78ª reunião ordinária, realizada no dia 23 de agosto de 2019, a Diretoria Executiva da Entidade apresentou a proposta que prevê que a diminuição da taxa de 7,00% para 6,25% já no segundo ano de adesão ao plano a partir de abril de 2020. Isso foi possível devido à revisão da execução do orçamento de 2019.

Os participantes que estão há mais tempo na Fundação, pelo princípio da equidade, também serão contemplados. Ou seja, quem já tem seis anos de adesão a um dos planos e hoje paga taxa de carregamento de 5,00%, passará a pagar 4,00%, respeitando a nova tabela quando ela entrar em vigor.

"Essa redução representa aumento de R$ 120 milhões nas contas individuais de aposentadoria dos participantes da Funpresp, num valor projetado para os próximos 15 anos”, disse o diretor presidente da Entidade, Ricardo Pena. Ele ressaltou que a Funpresp é uma Entidade sem finalidade lucrativa e, portanto, todos os ganhos de eficiência administrativa,  observando-se a gestão prudencial e a melhoria no atendimento e benefícios dos planos, são compartilhados com os participantes. 

Essa é a terceira redução de taxa de carregamento em seis anos e meio de funcionamento da Fundação, fruto da gestão e da escala obtida com um total de 87,7 mil participantes e R$ 2 bilhões em ativos financeiros. Vale destacar que a taxa de carregamento é a única cobrada pela Funpresp e é destinada exclusivamente ao custeio do funcionamento da Fundação.

Saiba mais 

Pela política vigente, a taxa de carregamento cai de 7,00% para 5,00% quando o participante completa seis anos de adesão. A partir do 8º ano, o percentual reduz de 5,00% para 3,00%. A nova política reduz gradativamente o percentual para contemplar também os participantes com menos tempo na Fundação. Confira:

Novos percentuais serão aplicados após auditoria externa que vai analisar a sustentabilidade administrativa da Entidade – o que pode reduzir ainda mais a taxa de carregamento

Menos taxas, mais poupança

A nova política de redução da taxa de carregamento vai representar um aumento de R$ 120 milhões nas contas individuais de aposentadoria dos servidores nos próximos 15 anos. Veja projeção ano a ano da economia que se reverterá em reserva do participante:

Veja também: Em agosto, 260 participantes serão beneficiados com taxa de carregamento menor