Participante já pode contratar operação com valor máximo de quatro vezes a remuneração. O crédito é condicionado à reserva do participante e à disponibilidade de margem consignável

Em reunião realizada na terça-feira (11/12), a Diretoria Executiva da Funpresp votou pelo aumento do valor máximo a ser contratado nos empréstimos para os participantes que são servidores do Poder Executivo Federal (por enquanto, a operação não é possível para o Poder Legislativo Federal). O teto para a operação passou de três para quatro vezes o valor da remuneração. Ou seja, se o participante recebe R$ 10 mil mensais, o valor máximo da contratação passa de R$ 30 mil para R$ 40 mil.

O empréstimo realizado junto à Fundação ocorre em consignação. Assim, as prestações são debitadas mensalmente do contracheque do servidor. O valor mínimo para o empréstimo é de R$ 7 mil. Vale ressaltar que o crédito também é condicionado à reserva do participante na Entidade e à disponibilidade de margem consignável.

Taxas – A Funpresp publicou, ainda, as novas taxas de juros do empréstimo realizado junto à Fundação. O percentual é prefixado e está atrelado ao prazo de concessão do empréstimo – quanto maior o período de contratação, maior será o custo da operação. As atuais taxas de juros praticadas pela Funpresp estão apresentadas no quadro abaixo:

EMPRÉSTIMO FUNPRESP – TAXA EFETIVA DE JUROS
Prazo (meses)Taxa mensal efetivaTaxa anual efetiva
Até 60,899%11,338%
De 7 a 121,048%13,322%
De 13 a 181,119%14,290%
De 19 a 241,185%15,185%
De 25 a 301,258%16,190%
De 31 a 361,338%17,297%
De 37 a 421,422%18,468%
De 43 a 481,508%19,670%
De 49 a 541,593%20,885%
De 55 a 601,678%22,101%