Brasília, 17/04/2018 – A taxa de carregamento, que custeia as despesas administrativas da Fundação, terá redução gradativa a partir de abril de 2019. Conforme aprovação do Conselho Deliberativo na reunião realizada no dia 29 de março, a diminuição ocorrerá de acordo com o tempo de filiação dos participantes aos planos ExecPrev e LegisPrev, passando de 7% a 4,5% (confira no quadro).

Uma das questões que possibilitará a redução será o alcance, a partir do segundo semestre de 2018, do ponto de equilíbrio atingido pela Funpresp cinco anos antes do tempo esperado. A diferença da taxa irá compor a reserva individual do participante.

Ponto de equilíbrio – O ponto de equilíbrio ou break-even-Point ocorre quando as receitas e despesas administrativas se equiparam. A previsão era de que a Fundação chegasse a esse patamar em novembro de 2023, mas chegará em julho deste ano. Decisões administrativas assertivas e o bom desempenho dos investimentos foram fatores que contribuíram para esse resultado.

Ao chegar ao ponto de equilíbrio, a Funpresp passará a devolver o valor aportado em 2013 pela União, referente ao adiantamento de contribuição futura, num total de R$ 73 milhões. A partir de abril de 2019, começará o fluxo de devolução considerando 1% da receita total de contribuição ao mês – desde que o ponto de equilíbrio não seja comprometido e que as receitas administrativas sejam sempre suficientes para cobrir as despesas administrativas.