Foram definidas ações e metas para o próximo ano com foco no crescimento da Fundação

Gestores, colaboradores e membros dos órgãos colegiados da Funpresp se reuniram nesta quarta-feira, 31 de outubro, no evento de revisão do Planejamento Estratégico Institucional. O encontro levou os integrantes a refletirem sobre os próximos desafios e traçarem ações para o futuro da Fundação.

As ações efetuadas ao longo de 2018 possibilitaram o alcance de importantes marcos na história da Funpresp, como o atingimento do ponto de equilíbrio em outubro deste ano (cinco anos antes do previsto) e também a marca de R$ 1 bilhão em patrimônio, em 23 de junho. “A Entidade pensa no longo prazo e procura ter resultados para os seus participantes. O objetivo é usar o evento como uma ferramenta para boa gestão e transparência, aprimorando os processos de trabalho da Funpresp”, analisa o diretor-presidente, Ricardo Pena.

O evento contou com a presença de aproximadamente 60 gestores e funcionários da Fundação, além de representantes dos participantes e dos patrocinadores, que são membros dos conselhos Deliberativo e Fiscal e dos comitês ExecPrev e LegisPrev. Participaram também o diretor de Documentação do Departamento Intersindical de Acompanhamento Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz, o economista chefe do Santander Asset Management, Eduardo Yuki, e o Secretário-Adjunto de Planejamento e Assuntos Econômicos no Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão, Júlio Menezes.

No primeiro momento, foram feitas análises dos cenários político e econômico esperados para o ano que vem. Em seguida, foram realizadas oficinas nas quais os participantes do encontro fizeram propostas para o Plano de Ação Anual de 2019 com base nos Objetivos Estratégicos.

As propostas de ações para 2019 seguem agora para a Gerência de Planejamento e Risco, e, em seguida, para deliberação da Diretoria Executiva. O Plano de Ação Anual guia o trabalho de toda a equipe da Fundação ao longo do período com repercussão no orçamento anual.