funpresp

0800 282 6794   |    Acessibilidade    |    Mapa do Site

Conheça a opinião de três participantes que ocupam vagas nos conselhos e comitês da Funpresp sobre a importância do engajamento nas eleições da Fundação

Nas Eleições Funpresp 2021, os participantes vão eleger 12 membros para os Conselhos Deliberativo e Fiscal e para os Comitês ExecPrev e LegisPrev. O engajamento no pleito é fundamental para manter a governança e a solidez da Entidade. E uma das formas de participar desse importante processo é concorrer aos cargos em disputa. O prazo para inscrição das chapas acaba no próximo dia 30 de junho.

A eleição dos representantes dos participantes é um dos principais momentos da gestão responsável da Entidade, que é construída dia a dia a partir do esforço de todos os que fazem parte dela. Para incentivar a participação nesse processo fundamental, convidamos membros atuais dos conselhos e comitês para dizer por que decidiram concorrer aos cargos que ocupam e como veem a importância do trabalho que desempenham para os demais participantes. Confira (para garantir a isonomia do processo eleitoral, não divulgamos os nomes nem os colegiados aos quais os entrevistados pertencem):

Veja: edital e cronograma das eleições, além de outros conteúdos importantes sobre o processo eleitoral 2021

Entrevistado 1
“[Decidi concorrer] Para ajudar a Fundação a cumprir seu papel de transformar nossos esforços mensais de poupança em uma aposentadoria complementar digna. Minha participação no colegiado me permitiu opinar sobre temas relevantes como a mudança de regulamento e Perfis de Investimento, sempre buscando o interesse dos participantes. Eu sempre pautei o meu trabalho na busca por maximização da reserva previdenciária e maior flexibilidade dos participantes para suspensão dos aportes em momentos difíceis.”

Entrevistado 2
“O que me levou a concorrer foi a possibilidade de poder participar da entidade que vai cuidar do futuro de todos nós e nossos familiares. É uma chance excepcional que a lei e a própria Constituição deram, inclusive de se candidatar aos cargos eletivos. Quando você já está no exercício das funções, muitos desafios se colocam: a necessidade de enxergar os diferentes pontos de vista, a capacidade de aprender a ver coisas que antes você não enxergava e a necessidade de se posicionar. Isso é muito desafiador e tem de ser feito com muita responsabilidade, porque você está lá para dar voz e defender interesses que não são apenas seus, mas de muitas pessoas que estão no mesmo barco e que precisam caminhar para ter segurança na velhice e em momentos extremamente críticos de suas vidas.”

Entrevistado 3
“O engajamento dos participantes nos órgãos colegiados é fundamental para uma Fundação forte e cumpridora de seu objetivo principal de pagar benefícios aos servidores públicos. E o momento de consolidação pelo qual passa a Funpresp é propício para se propor e estabelecer os melhores modelos de governança e de gestão. A missão dos colegiados é preparar a Funpresp para tempos futuros, funcionando como se fossem os olhos dos participantes dentro da Funpresp, monitorar os resultados da gestão e fortalecer a governança, de modo a blindar a Fundação contra interferências externas indevidas.”

*Os depoimentos foram editados por questões de tamanho e concisão, mas preservam o teor original dos mesmos.