fbpx

Os investimentos realizados pela Funpresp nos 19 primeiros dias de maio registraram resultado positivo de 0,16%, mesmo com os eventos negativos recentes. No período, a Carteira Performance, que possui menor aderência ao índice de referência dos planos de benefícios (IPCA+4% ao ano), registrou alta de 0,96%, enquanto a Preservação, com maior aderência, teve queda de 0,13%.

No acumulado do ano até maio registra-se recuperação desempenho ainda negativo de 2,45%, após atingir (-) 4,28% em março/2020. Assim, o movimento de recuperação da rentabilidade da Fundação segue constante.

Os resultados negativos se devem aos impactos da crise econômica e sanitária causada pela pandemia de covid-19. A queda teve início no final de fevereiro, com o avanço do coronavírus, e se acentuou no mês de março, principalmente por conta da baixa dos preços dos ativos financeiros, com PGBL rendendo (-) 40% e de (-) 15% para as entidades fechadas de previdência complementar, tendo ainda a bolsa de valores rentabilidade negativa de 30% e os títulos públicos federais de longo prazo também com performance negativa de 11,00%.

Histórico – Nos últimos 12 meses, o desempenho da Funpresp foi positivo em 3,64%. Com performance consistente, a carteira consolidada de investimentos registra uma rentabilidade de 107,30%, desde seu início, em 2013. O índice de referência para o período foi de 93,81%.