A Funpresp participou do 2º Congresso Brasileiro de Investimentos dos RPPS da Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (ABIPEM), em Florianópolis (SC). Na ocasião, o diretor-presidente da Funpresp, Ricardo Pena, falou sobre “Governança nos investimentos – controles de riscos, compliance e controle interno” a gestores de Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) e especialistas da área investimentos.

Pena apresentou as etapas dos processos de investimentos da Fundação, desde as Políticas de Investimentos da Entidade, elaborada para um horizonte de cincos e revista anualmente, até os Perfis de Investimentos, novo produto da Funpresp.

“A Funpresp é uma gestora de longo prazo. Então, a nossa preocupação não é simplesmente se hoje a bolsa cai ou sobe, mas sim em ver a consistência a longo prazo. Comparando nossos resultados com outros ativos, vemos que são muito positivos”, destacou.

O diretor-presidente também destacou o desafio de manter o nível de governança e transparência da Fundação e a forma como a exigência dos servidores ajuda na fiscalização do plano, tornando o participante o principal instrumento de controle da Entidade.

Por fim, falou sobre a expectativa de a Funpresp poder administrar planos no âmbito estadual e municipal, caso o Projeto de Lei 6.088/2016 seja aprovado no Congresso Nacional, tornando-se assim, uma opção para os entes federativos.

2º Congresso Brasileiro de Investimentos dos RPPS – Abipem

Realizado entre 11 a 13 de março, o encontro contou com a participação de representantes da área de previdência dos estados e municípios brasileiros e tratou sobre a economia atual brasileira, os investimentos do RPPS e as implicações da EC 103, além de abordar a importância de investimentos em fundo multimercado, ações, renda fixa e estruturado no cenário de juros atuais, gestão a longo prazo, entre outros temas relevantes.

A palestra do diretor-presidente da Funpresp sobre gestão de investimentos está disponível aqui.