Página Inicial / Fique por dentro / Notícias / 2019 / Novembro / Participante tem até 20/12 para solicitar aporte facultativo e obter benefício fiscal em 2020

Participante tem até 20/12 para solicitar aporte facultativo e obter benefício fiscal em 2020

Brasília, 05 de novembro de 2019

Facebook Twitter Google + LinkedIn WhatsApp

Você sabia que é possível aumentar o benefício fiscal na declaração de Imposto de Renda do ano que vem e, de quebra, engordar sua poupança previdenciária? Para isso, basta solicitar um aporte extraordinário até o dia 20 de dezembro. Assim, a contribuição será contabilizada ainda no ano fiscal de 2019 e poderá ser deduzida da base de cálculo do IR no ano que vem.

Mas o que são os aportes extraordinários?

São as contribuições feitas pelo participante além daquelas já programadas. São voluntárias e podem ser solicitadas a qualquer momento pela Sala do Participante. Elas podem ser mensais ou esporádicas e não têm contrapartida do patrocinador.

Quais são as vantagens do aporte extra?

Essas contribuições extras, além de aumentarem a reserva individual do servidor, também podem ser deduzidas do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). É possível aproveitar o benefício fiscal de até 12% dos rendimentos tributáveis no IRPF e, com o cálculo certo, converter o valor que iria para o leão em recurso para a poupança previdenciária do participante.

Como fazer a contribuição extraordinária?

Pela Sala do Participante, no menu à esquerda, clique em “Solicitações” e, em seguida, no item “Solicitar Contribuição Facultativa”. Basta preencher, no campo correspondente, o valor com o qual deseja contribuir e clicar em “Enviar”.

Para obter o benefício fiscal no IRPF 2020, preencha o segundo campo, chamado contribuição facultativa esporádica. O recolhimento será feito pontualmente por boleto bancário, com o valor solicitado.

Diferentemente das contribuições básica (Ativo Normal) ou alternativa (Ativo Alternativo), já programadas com a adesão, os valores aportados de maneira extraordinária estão livres de taxa de carregamento e, portanto, são 100% destinados para a reserva individual.