Página Inicial / Fique por dentro / Notícias / 2019 / Março / Participante pode aumentar alíquota de contribuição e salário de participação em abril

Participante pode aumentar alíquota de contribuição e salário de participação em abril

Brasília, 27 de março de 2019

Facebook Twitter Google + LinkedIn WhatsApp

A novidade é que, este ano, as solicitações podem ser feitas diretamente pela Sala do Participante

O mês de abril é a janela de oportunidade para o participantes da Funpresp modificar a alíquota de contribuição e o salário de participação (apenas no caso de Ativo Alternativo). A alteração do percentual de contribuição é a oportunidade de aumentar ainda mais a reserva previdenciária e o benefício fiscal.

A novidade este ano é que as solicitações podem ser feitas diretamente pela Sala do Participante. No menu “Cadastro” o participante faz a mudança da alíquota de contribuição; pelo menu “Solicitações” é feita a alteração do salário de participação.

Este é o único momento do ano em que os participantes podem alterar o percentual de contribuição. Já o salário de participação também pode ser alterado no mês de outubro, como prevê o regulamento dos planos ExecPrev e LegisPrev.

A escolha da alíquota de contribuição pode ser de 7,5%, 8% ou 8,5% sobre do salário de participação do participante Ativo Normal. É importante lembrar que a alteração desse valor impacta também na contribuição paritária do Patrocinador. Já o salário de participação pode variar entre a remuneração bruta do servidor e os valores mínimos de R$ 1.402,80 para o participante do ExecPrev e R$ 1.380,40 para o participante do LegisPrev.

Apenas o Ativo Alternativo pode mudar o salário de participação. Isso porque o salário do Ativo Normal é definido pela diferença entre a remuneração bruta e o teto do INSS, hoje em R$5.839,45. As alterações solicitadas terão efeito na folha de pagamentos do mês seguinte.

Benefício fiscal O participante da Funpresp tem a oportunidade de contribuir para a previdência complementar os valores que seriam pagos ao Leão. Mensalmente, o valor da contribuição à Fundação é deduzido da base de cálculo do imposto, gerando uma economia direta no contracheque. Assim, quanto mais o participante contribuir, maior será o benefício fiscal obtido. A dedução pode chegar a até 20,5%.