A 9ª campanha de adesão eletrônica ao plano ExecPrev está no ar e segue até o dia 31 de janeiro de 2020. A ideia é proporcionar a adesão simplificada e ágil ao plano de benefícios administrado pela Funpresp. A campanha é realizada pela Secretaria de Gestão de Pessoas do Ministério da Economia por meio do Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe) do Executivo Federal.

Como funciona?

Ao acessar o Sigepe, o servidor que não é participante da Funpresp vai se deparar com um “pop up”, uma janela de aviso, que pergunta se o servidor deseja aderir ao plano de previdência complementar. Ao clicar em “sim”, a inscrição é efetuada na hora e terá vigência a partir de 1º de fevereiro de 2020.

Próximos passos

Após aceitar a adesão, o servidor tem até 31 de março de 2020 para escolher o regime de tributação – progressivo ou regressivo. Para isso, a Funpresp entrará em contato pelo e-mail cadastrado no Sigepe. Para atualizá-lo, encaminhe uma mensagem à nossa Central de Atendimento pelo faleconosco@funpresp.com.br ou por meio do 0800 282 6794.

O que muda?

Ao se tornar participante da Funpresp, o servidor passa a formar uma poupança individual para a aposentadoria; no caso do Participante Ativo Normal, com direito à contrapartida do patrocinador e à proteção dos benefícios previdenciários por morte, invalidez e longevidade.

Vale lembrar que aqueles que entraram na administração pública federal a partir de 04 de fevereiro de 2013 ou os que ingressaram antes desta data e optaram pela migração de regime previdenciário estão sujeitos ao Regime de Previdência Complementar (RPC). Isso significa que os proventos de aposentadoria desses servidores, pagos pela União (RPPS), estão limitados ao teto do Regime Geral de Previdência Social (atualmente em R$ 5.839,45).