Página Inicial / Fique por dentro / Notícias / 2018 / Novembro / Comissão da Câmara dos Deputados aprova Projeto de Lei que amplia atuação da Funpresp

Comissão da Câmara dos Deputados aprova Projeto de Lei que amplia atuação da Funpresp

Brasília, 21 de novembro de 2018

Facebook Twitter Google + LinkedIn WhatsApp

PL foi acatado por três comissões da Casa e segue em decisão final na CCJ

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou, nessa quarta-feira (21/11/2018), o Projeto de Lei 6.088/2016, que permite à Funpresp administrar os planos de previdência dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário dos Estados, Distrito Federal e Municípios brasileiros.

A medida inclui as respectivas autarquias e fundações, Ministérios Públicos, Defensorias Públicas e Tribunais de Contas. Agora, o projeto segue para a Comissão de Constituição e Justiça e, por ter caráter terminativo, não passará pelo plenário da Câmara – a menos que haja recurso assinado por 51 deputados. O texto já foi aprovado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Seguridade Social e Família da Casa.

O diretor de Seguridade da Funpresp, Arnaldo Lima, afirma que a instituição da Entidade foi uma das mais eficientes medidas para o reequilíbrio financeiro e atuarial do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). Por isso, a extensão para os níveis estadual, distrital e municipal tende a viabilizar a recomposição do equilíbrio previdenciário também nessas esferas.

“A aprovação do projeto de lei 6.088/2016 torna a Funpresp uma entidade multipatrocinada, permitindo, assim, que a Fundação administre planos de benefícios previdenciários de Estados, Municípios e estatais. Ou seja, o que deu certo na União poderá ser utilizado como exemplo para os outros entes federados, contribuindo para a maior previsibilidade e controle sobre a trajetória das despesas previdenciárias e para o fortalecimento da complementariedade do modelo de repartição simples, gerido no âmbito dos RPPS locais, com o de capitalização, administrado pela Funpresp”, disse.

O relatório aprovado na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, elaborado pelo deputado Pauderney Avelino (DEM-AM), destaca a boa governança da Entidade, consolidada ao longo de quase seis anos de existência. “Para os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, o principal benefício é a possibilidade de eles contarem com a estrutura já consolidada da Funpresp para administração dos seus regimes de previdência complementar, caso desejem, não necessitando da instituição de fundações com essa finalidade”, informa o documento.